terça-feira, 1 de fevereiro de 2011

Vestido Preto

De vestido preto me vês,
mas de vermelho me pintei
é a cor do sangue a fluir
que me tolda a visão.
A tua alma me inunda o ser,
me percorre devagar com o olhar,
me despe com os sentidos.
As ligas do desejo desprendem-se
o calor assola a cada suspiro meu
a cada beijo teu!
E lá no alto
a lua inspira
a vontade minha de ter.

4 comentários:

Wagner Sabbado da Rosa disse...

Muito quente o post! Gostei. :)

Viagem Sem Retorno disse...

Gostei...

Aproveito para deixar o endereço do meu blog http://viagemsemretorno.blogspot.com/

luz duradoura disse...

Nossa profundo!!!
Adorei o blog ja estou seguindo^^
O seu post é bem profundo tem muito sentimento eu gostei parabens!!!
Bjks e sucessos!!!
luzduradoura.blogspot.com

ǝıƃƃɐɯ disse...

Lindo! <3