sábado, 2 de maio de 2009

Capa negra da saudade...


Soam os acordes da guitarra,
inquietasse o coração,
Nostalgia dos momentos de estudante.

Refugio-me na minha capa negra,
saudade,
das noites de estudo
dos jantares e dos apuros,
dos risos, das alegrias,
das noites frias e dos serões quentes,
do vinho verde,
da escura cidade de Felgueiras,
dos desaires matutinos,
da rotina das aulas..
dos Amigos!
Sobretudo dos amigos que fiz,
dos momentos que partilhei,
das pessoas que conheci,
umas que não mais esquecerei,
que para o bem e para o mal ficaram no coração!

O meu tempo já lá vai,
ficam as recordações, tantas!!
Dos momentos, das experiências...

Mas um dia irei novamente impor a minha capa negra e abraçar-te!!

4 comentários:

Anónimo disse...

bem... nem m digas nada!!

acho k a palavra saudade nunca teve tanto significado, o gajo da tv dizia: "quero voltar para a ilha"

eu digo: "quero voltar para Felgueiras" :)

C.T.

Anónimo disse...

«Sentes que o tempo acabou»?
Segredos daquela cidade levo comigo pr'a vida... tandos deles, secretos ou não, realizados ou idealizados apenas, incluíram-te sophia... O nosso tempo nunca acabará enquanto existir uma promessa de saudade encerrada na fiel "capa negra"

Ana Carvalho disse...

Oi miga :), foram bons tempos que deixam saudade. Foram-se, mas ficaram as recordações e essas estarão sempre connosco :). Agora novos caminhos noes esperam e nós temos que estar preparadas para o que vem. A batalha ainda nem sequer começou, mas nós continuamos aqui prontas para usufruir do melhor que a vida nos oferece.
Um beijinho grande :)

Anónimo disse...

Bem..

Cada vez que leio este texto apetece-me comentá-lo!

Ah.. a queima foi muito boa.. adorei.. quero maiisss

C.T.