segunda-feira, 8 de fevereiro de 2010

A Meditar Sobre Nada I

A minha demora na postagem aqui pelo blog deve-se ao facto de ter andado a meditar sobre os mais inúteis assuntos e desde já os inúmero:
1. Torradas com Marmelada
2. O porque de haver um electrodoméstico a que chamam Varinha Mágica
3. O número três

Ora 1º ponto "Torradas com Marmelada" nada tem a ver com meditar, e receio que os pontos restantes idem, apenas foi um episódio caricato numa fantástica padaria aqui da zona e apenas serve para dar o meu louvor público e comedido pelo blog pela genialidade de ementa.
Absolutamente inovador Um Chá e Torradas com Marmelada, é que nos tempos que correm muito amargos, já nem as torradas gordurentas satisfaziam, mas com a marmelada ui, muito melhor.
Efeitos imediatos: um belo sorriso de satisfação no final da degustação.
Experimentem!!

2º ponto que aquando da minha incursão por uma loja de electrodomésticos W., da qual não vou fazer publicidade, dei por mim a esbarrar numa estante de varinhas mágicas, aqueles electrodomésticos que servem para triturar comida, a sopa por exemplo aquela papa qualquer que deveria ser molho e tantas outras utilizações culinárias, que sem o fantástico electrodoméstico era quase impossível.
A minha questão é: Porque raio lhe chamam varinha mágica? Bem, até se pode dizer que tem aspecto de varinha, mas perigosa, cuidado com as lâminas. Mas, "Mágica"??!! A "Varinha" é ligada à corrente, não tem nada de magia, e assim que esteja ligada a uma fonte de energia carrega-se no botão e ela faz o trabalhinho dela competentemente, outra coisa não seria de esperar.
Fica na conta das minhas incompreensões, mas ainda assim simpatizo bastante com a Varinha Mágica.

E por último, 3º ponto o Número 3 e bem que vem em terceiro.
Ora reafirmei o que já há muito se concluía que o número 3 é a conta que Deus fez, quando vem em três é fantástico:
- Promoções "leve 3 pague 2" e cenas do género..
- Pai, filho e Divino Espírito Santo..
- sol, praia, verão..
- Jantarada, amigos e vinho bom..
- e..tantas outras coisas que vem em trio..
Ora então, as coisas ou os acontecimentos conjugados a três, têm tendência a serem bons..e sempre um dos elementos incorpóreos. Curioso!!
É certo que dependerá das conjugação do trio e dos elementos e dos acontecimentos mas nalguns casos verificasse a feliz reunião do 3 nos elementos e acontecimentos.
Por exemplo: Leve 3 e pague 2, ora o elemento incorpóreo é o facto de não se pagar um dos produtos que se leva o "3º"; no triénio "Pai, Filho e Espírito Santo" 3º elemento incorpóreo o "Espírito Santo"..
Bah, se calhar este ponto 3 foi um bocadinho rebuscado..mas vá..apenas foi uma meditação divertida que surgiu na sequência de beber um cocktail cor de rosa e sabe se lá o que tinha!! (Elemento Incorpóreo)

Aguardem novo posto mais digno e falar de coisas sérias.

Haja Alegria!!!

1 comentário:

Tati Rodrigues disse...

Haja alegria!! hahahaha...

amo passar por aqui... me identifico, choro, abro sorriso, fico intrigada, descubro coisas (nem imaginava o que era a tal da varinha mágica), penso em coisas um tanto não corriqueiras rsrs

bjs guria. saudade acredita?

até.